#SEGUNDACASA

O Match Point de Fred Gil

30 de Novembro de 2018

Frederico Gil, um dos melhores tenistas portugueses de sempre, abre as portas da sua casa ao Equipa da Casa. As taças, as toalhas e as raquetes contam os melhores momentos de uma carreira de altos e baixos.

O nome Frederico Gil (Fred, para os amigos) não é desconhecido para os apaixonados pelo ténis de alta competição. Muito pelo contrário: a experiência acumulada nos majors e no circuito ATP onde defrontou Roger Federer, Rafael Nadal e Andy Murray fazem deste um dos maiores tenistas portugueses de sempre. Natural de Colares, perto de Sintra, Frederico começou no futebol, mas cedo percebeu que queria fazer do ténis a sua vida.

A determinada altura, aquilo que eu mais queria e sempre sonhei com isso, era chegar aos 50 primeiros do mundo. E não consegui.

Quase sete anos após a última presença num Grand Slam, em janeiro de 2012, no Open da Austrália, Frederico Gil, atualmente com 33 anos, continua a acordar com o mesmo entusiasmo de vingar no ténis como no dia em que conquistou a melhor posição no ranking: em abril de 2011 chegou a 62 do ranking mundial.
“Como devem imaginar estar assim a competir no circuito mundial a alto nível foi super exigente. Eu não estava totalmente preparado”, confessa em entrevista à Equipa da Casa.

A certa altura, diagnosticado com uma doença bipolar, o português sentiu-se a perder o fulgor: “A determinada altura, aquilo que eu mais queria e sempre sonhei com isso, era chegar aos 50 primeiros do mundo. E não consegui”, admite Frederico Gil.

Mas o sonho não fica por aqui, promete. Desde 2013, começou a jogar em torneios Future devido ao seu ranking. As vitórias, essas, têm sido mais do que muitas. O ponto decisivo deste torneio — apelidado de match point — ainda está por decidir. O próximo passo, a par dos treinos diários que realiza no campo de ténis pessoal de família, passa por conquistar o título de um dos melhores atletas do mundo.


BEMJOGADO

Os melhores momentos de CR7 por Portugal

SEGUNDACASA

Taça da Liga:
Uma História de Vitória

OMISTER

Taça da Liga 2019