#SEGUNDACASA

A nova vida do futebol Belenense

27 de Setembro de 2018

Na véspera do centenário, o clube Os Belenenses dividiu-se em dois. O nome, o emblema, o hino e os adeptos também ficaram em lados opostos do campo. Do estádio do Restelo ao Jamor, prepara-se o pontapé de saída no relvado destes clubes com uma nova vida.

Com a separação da SAD, o Clube de Futebol Os Belenenses começa esta época a jogar na última divisão distrital de Lisboa no estádio do Restelo. Já o Belenenses SAD permanece na 1.ª divisão com um plantel vitorioso que ocupa, temporariamente, o estádio do Jamor. “Esta separação começa por um erro, uma má decisão, tomada por direções anteriores e que se tornou numa empresa externa a tentar controlar isto e a afastar o que realmente importa que são os adeptos e os sócios”, defende Nuno Oliveira, treinador do Clube de Futebol Os Belenenses.

Mas quais são os verdadeiros desafios e exigências da divisão? “As principais mudanças é que o Clube de Futebol Os Belenenses passou a ter uma equipa de futebol sénior com a qual os sócios se identificam”, explica Patrick Morais de Carvalho, presidente do clube (quase) centenário. Equipa, essa, que vai competir no futebol distrital de Lisboa – uma decisão tomada pela direção no final de 2017 quando 94% dos sócios aprovaram processar a SAD do clube por usar os símbolos e nome d’Os Belenenses.

“O Belenenses é o nosso clube fundador. Nós representamos o Belenenses. Nós somos o Belenenses”

 

Rui Pedro Soares, presidente do Belenenses SAD

Com o emblema, hino e adeptos em lados opostos do campo, o Belenenses SAD também está a viver uma nova vida. “É um desafio enorme porque, no fundo, nós ainda não sentimos isto como a nossa casa porque o Restelo foi a casa do Belenenses durante muitos anos”, diz Jorge Silas, treinador da equipa Sociedade Anónima Desportiva. “E, ao princípio, é estranho estar a jogar num sítio que não seja o Restelo. Mas a verdade é que nós temos de começar a fazer disto também a nossa casa porque vamos jogar aqui imensos jogos”.

Quase um século depois, o Clube de Futebol Os Belenenses e o Belenenses SAD apenas partilham em comum o nome e a sede de vencer. O primeiro sonha voltar à primeira divisão e, o segundo, conquistar o título de campeão nacional. Na bancada, os gritos de apoio à equipa persistem e são a prova de que um clube dividido pode-se tornar cada vez mais forte se recomeçar do zero.


BEMJOGADO

Os melhores momentos de CR7 por Portugal

SEGUNDACASA

Taça da Liga:
Uma História de Vitória

OMISTER

Taça da Liga 2019